domingo, 4 de outubro de 2009

Deixa-me

Deixa, só por uns minutinhos

Eu saber o que você pensa

Pra então assim poder te entender

E poder me compreender

Deixa eu entrar na sua cabeça

Juro-lhe que não irei lhe machucar

Prometo-lhe que não irei abusar

Só deixa-me, por uns instantes

Talvez assim dê tudo certo

Já não agüento mais viver

Pensando tão incerto

Porque, pra dar certo

Não basta se gostar, amar

É preciso também confiar

Um comentário:

KahhH disse...

Você escreve Divinamente...
nhaii Mah lindo...
Sem maiores comentarios.