quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Em terra socada não há vida


Como todo bom agricultor sabe, é desperdício de tempo e dinheiro plantar em terras socadas, pois elas são secas, sem nutrientes e não tem muito espaço para o ar.

Todo bom agricultor sabe que se você quiser que sua plantação prospere é preciso cuidar dela com todo o carinho.

Primeiramente se escolhe onde se planta, não há como prosperar uma semente sobre pedras nem sobre asfalto.

É preciso se abrir gentilmente a terra, não profundamente, somente o suficiente para a semente, e que a retirada de terra para o buraco deve ser feita com cuidado para não quebrar e machucar as raízes próximas.

Após feito o buraco é preciso semear, na quantidade certa, nem pouca nem muitas sementes; o suficiente. Se nascerem muitas mudas juntas elas se sufocaram e acabaram todas mortas.

Depois da escavação do buraco e da semeação vem a parte em que tampamos o buraco que fizemos para a planta nascer. Esse parte é feio com muito cuidado pois a terra não pode ser socada. É preciso apalpar firme, mas não forte o bastante. Não se pode sufocar. Não se pode socar a terra, caso contrário não haverá vida.

Fora essa parte da plantação é preciso da manutenção, água, adubo como qualquer planta precisa.

E isso pode muito bem ser imposto à vida humana. As opiniões e idéias devem ser ditas com carinho, com cuidado. Deve se tomar cuidado ao penetrar, para não quebrar raízes. Deve se falar na medida exata, se dizemos muito ou deixamos a dizer estaremos sujeitos a enfrentarmos problemas.

E a parte mais importante, quando cobrimos o buraco de terra. Não podemos impor as coisas de forma rude, não podemos socar a terra no buraco, como se assim a planta fosse nascer com mais rapidez. Muito pelo contrário ela nem nasce. As idéias devem ser ditas com carinho, e da maneira certa. Se socamos as idéias nas cabeças das pessoas acabamos por deixá-las sem vida.

E por último a manutenção, porque a semeação não acaba por aí.



___________________________________________________________________________________

E eu acho que a partir de amanhã vou tentar implantar na minha vida as novas regras gramáticais da língua portuguesa. Não vai ser fácil, já estava muito bem acostumada. :]

3 comentários:

.moony. disse...

ótima analogia ^^
tem dois selos pra vc no status ^^
*ah, odiei essa reforma... não adianta, eu nunca vou tirar o acento de idéia >.<"
bju
teh +
o/*

Homero luz disse...

Ótima comparação, não gosto nem um pouco que forcemas coisas, seja com força fisica ou ameaças de mal eterno.

g.winme disse...

Em primeiro lugar, grandes agricultores usam processos automáticos, e são esses que trazem crescimento em massa, afinal.
Em segundo, alguém já ouviu falar da parábola do semeador? O problema não está em quem semeia, e sim no local.