sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Vestígios de uma vida que não é mais minha

Agora a pouco estava eu no mirc conversando com um cara que estou meio interessada. Como sempre, lá estou eu me perdendo em minhas paixonites que não darão em nada por milhares de motivos óbvios e de alguns menos óbvios.

E por um momento ao entrar no skype, e pela milésima vez ler a lista de contatos onlines encontrar vários conhecidos, alguns menos conhecidos e refletir quem elas são, o que são pra mim e o que já passamos juntos.

Inevitável lembrar que a maioria delas conhecido no período em que namorava ou antes do namoro. Olho para os nicks e lembro que conversava com eles somente pelo laço que tinhámos pelo meu ex. Não uso mais o Skype há alguns meses, só entro em raros casos quando um amigo me chama para conversar um pouco e mesmo assim não consigo ficar por muito tempo, logo me calo e arranjo uma escapatória para sair da conferência e me livrar daquele desconforto.

Reflito o quanto perdi com aquele relacionamento, não foi pouco, lhe juro. Perdi uma pessoa amada, amigos, aos montes, por interesse, olhando os contatos onlines e contando, vi que cerca de 20 pessoas com que conversava ao menos uma vez na semana, em grande maioria todos os dias, não falo há cerca de 4 meses.

Aquela vida não me pertence mais. E isso me dá uma enorme vontade de chorar.

Depois de tudo o que aconteceu é claro que restou alguns remanescentes, alguns poucos vestígios. Agora não sou mais integrada em nada, eu saí daquela vida e simplesmente continuei vivendo dos vestígios delas. Talvez por isso tenha ficado tanto tempo assim atoa sem o que fazer.

Eu não tenho mais uma vida.

Não consigo completar as coisas que quero por vergonha ou medo que elas não dêem certo. Tento tornar de minha vida escrever mas não consigo me dedicar há ao menos um capítulo de minha história, que na verdade descobri que é uma merda infantil muito mal escrita e imaginada.

Eu não sei o que fazer da minha vida agora. Simplesmente nada me desperta o interesse a ponto de me fazer lutar por tal.

Me sinto tão mal aqui terminando essa redação que é um desabafo aos choros.

4 comentários:

.moony. disse...

hey, calma, garota o/*
agora é hora de recomeçar, ter uma nova motivação...
não deixe de escrever; tudo é válido.
qnd vc menos esperar alguma coisa de muito bom acontece.
até mais...
o/*

Anônimo disse...

Um dia desses ouvi uma coisa interessante, de uma situação onde uma pessoa não tinha mais razão pra viver, um objetivo de vida. Então, chega uma outra e diz: Isso você arranja depois, preocupe-se agora nas pessoas aqui que querem te ver bem.

Dá uma pensada nisso.
E outra, de que adianta ler um livro se as lições que você tira dele não duram nem um mês??

Homero luz disse...

posso te falar uma coisa por experiencia própria se essas pessoas se afastaram não foi por causa do relacionamento, pode acontecer de pessoas se afastarem da gente por qualquer motivo, mas a vida é isso pessoas vão pessoas vem assim segue o barco.

axl disse...

precisamos conversar sobre isso moçinha ... Ò.Ó