quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Procuro por luz

Todos - e comigo não é diferente - tem seu dia tristonho, confuso e meio deprê. Não acredito que tenha uma tão aventurada pessoa a ponta de poder se divertir em todos os dias de sua vida.

Sabe, infelizmente eu me importo muito com valores, não com preço, ou melhor, às vezes é importante sim, é eu me importo com o preço, porque é importante - só para avisar, não estou falando do material.

Tá, voltando ao assunto, eu me importo com o valor das coisas/pessoas, porque se não tem valor não há porquê de existência. Então, em minha vida procuro ter valor para as pessoas.
Tá, eu sei que é impossível agradar a todos. Mas eu também sou uma garota muito frágil, e manteiga derretida, eu não sou nenhuma fortaleza ou algo assim. Então, hoje quando me criticaram, acusando-me, de maneira indireta, que eu prejudico uma amiga que precisa muito prestar atenção nas aulas eu fiquei muito magoada. Porque foram - e são - muitas as vezes em que já conversei com essa amiga minha, tentando ajudar, quantas vezes me ofereci para ajudar, quando vezes dei esporro, e inclusive, um dia ainda nessa semana fiquei o dia inteiro pensando em como faze-la passar de ano. Eu já tentei e tô tentando de tudo para ajudá-la, mas não sou Jesus Cristo pra fazer milagre quando a pessoa nem sequer se interessa.

Eu sei, eu sei que não devia dar muita bola pra coisas assim, mas sei lá, eu me senti tão sem valor. Eu faço tanta coisa pra ajudar meus amigos, tento de tudo que posso. E as vezes o que recebo? Por tentar defender uma, a outra me vira as costas, com raiva. Quando preciso de ajuda, de um colo pra chorar, as vezes nem na minha cara querem olhar. Graças aos céus a situação está
muuuuuuito melhor por esses tempos, e espero que continue assim. Nesses últimos dias eu realmente me considero amiga de minhas amigas.

Também sei que talvez eu deva é procurar novas amizades, mas onde? Eu gosto tanto das atuais, eu sei que as vezes quebro a cara e tudo... Eu não devia reclamar se gosto né? :/ É tudo tão confuso. Como eu digo, é uma balança com ambos pesos bem pesados, eu não to conseguindo equilibrar direito.
Ah... tá tudo tão confuso.

As aulas estão acabando, 6ª é o último dia, talvez eu viaje, talvez não. Ah, to tão cansada das aulas, mas não trocaria por nada as váaaaarias diversões que tivemos no decorrer do ano, 727 comanda *-* a pior sala do corredor. *w*


Ah.. Eu procuro por alguém que me dê valor. :/ Procuro por uma luz.


P.S.: Ah, e sim, eu to um pouquinho - aumente o adjetivo se quiser - desorientada hoje.

3 comentários:

' Rôh disse...

aaaaaaaaah, vamos lá... estava morrendo de saudade de comentar aqui no seu cantinho, então vi seu post anterior sobre dança. Ah, cara, que isso... vamos dançar, vai... afasta as cadeiras e viva a alegria. o/*
Cheiiiro, e a montagem ficou um luxo.

Thays Lima disse...

Ei fique bem garota!
A confusão é o estado de espírito que pessoas como nós, sensíveis, presenciamos a todo momento!
adoro seus escritos!
bjãoooooo t+++

O Digitador! disse...

Tenha amizade com homens! Nos somos mto mais confiaveis... mulheres disputam mto entre si... e mtas vzs se dizem amigas mas naum sao de verdade... nos homens nos tratamos mal.. chamamos uns aos outros de gay, viado, bicha essas coisas.. mas no fundo somos mto amigos...

no meu serviço haviam 2 garotas q se diziam amigas, uma falava mal da outra pra mim... e no natal trocavam ateh presentes... e eu q ficava ouvindo a ladainha delas naum ganhava nada!