sábado, 18 de outubro de 2008

O amigo

Uma noite de sábado, dia 18 de outubro de 2008, sabe, tem dois dias no mês que realmente me dão dor de cabeça, dia 18 e 28, longa e entendiante história, não queiram saber. Pensando que hoje pudesse ser um dia um pouco melhor, fui enganada. Aqui estou, privada da IRCosfera, confinada a não usar mais scripts, com cerca de 15 pessoas online no msn, sem nenhuma delas querer se comunicar comigo, a vontade de chorar persiste, e minha mania de olhar para cima e morder os lábios até a vontade passar também. Um pequeno texto em homenagem a um ser que agora simplesmente não existe.


Sabe aqueles momentos tristes?
Aqueles vazios...?
Onde se respira, olha ao redor e...
Continua a ser tão solitário?

Olha-se para o céu
Só se vê a lua e os postes de luz
_Onde estão as estrelas? – você se pergunta
Onde está?

De longe então se ouve
Um titilar distante, quase mudo
Se sente um sentimento
A felicidade

Aos poucos ela se achega
Lhe abraça com aquele carinho e afeição já conhecido
“Um amigo”, você pensa e então suspira
Olha para trás e retribui seu conhecido sorriso.

Às vezes é tão incrível,
Às vezes até inacreditável
Eles parecem ler sua mente
E te ajudam no momento certo.




Sabe, acho que vou criar outro marcador chamado "desabafo", porém temo que todos meus post estejam com essa marcação.

2 comentários:

morango disse...

É... otima idéia minha cara, acho bom ter um espaço para desabafo... rsrs mas ver as coisas boas ás veses funciona. ^^ boa vida!!

ps: peço-te permissão para adiciona-la a meus "Amigos em nome da poesia" te convido a fazer parte desse movimento em nome de corações apaixonados pelas letras. ^^

.moony. disse...

blogs nada mais são que elegantes ferramentas para desabafos xD
acho que outubro têm sido um mês particularmente deprimente pra muita gente...
q horror xD
teh +,
.moony.