quinta-feira, 16 de outubro de 2008

O vazio


Me desculpem, vocês já devem estar se chateando com meus posts... chatos e deprimentes, já devo ter espantado até meus leitores. Então vou avisando, é preciso ter um pouco de paciencia e ternura para suportar ler esse post meu hoje. ^^



Uhnm... por algum motivo estou com a necessidade de escrever, sim, a necessidade, não como desde 22hs de ontem e não estou com fome, mas sinto uma vontade de escrever que está gritando dentro de mim, e me dando raiva.
Já tem cerca de uns... 4 ou 5 dias que dou ctrl + t no meu mozila Firefox entro no url do meu blog e fico lá... o encarando, queria que ele tivesse alguma reação, queria que... alguém mexesse comigo!
Faz dias que estou pensando em escrever, mas não faço idéia do que escrever. Ultimamente tenho ouvido muito música, de maioria, brasileiras, Leoni, Engenheiros do Hawaii, Nando Reis, Barão Vermelho, um repertório um bocado variado até. Com muitas delas me identifico, identifico em trechos ou até mesmo em todas as suas vírgulas. É estranho como alguém que nunca me viu, conheceu , consegue expor de forma melódica minha a vida assim... Parece até simples, às vezes.
Bom, sem mais distrações ridículos irei lhes escrever o post de hoje... Porém agora já não me lembro mais o que eu iria escrever, se não me engano, comecei a escrever esse texto ainda às nove horas da manhã, e são agora 18:29h, sabe, não gosto de 18hs. Porquê? Bom... não faço idéia, me desculpem esse vazio.
Sim, falando em vazio o título do texto é O vazio, mas o que eu estava pensando quando escrevi isso? Já nem me lembro mais, será que estou tendo problemas de memória...?
Sabe... ultimamente tenho tido raiva, muita. Mas minha raiva pouca vezes é expressa com xingos e murros, mas sim com uma melancolia, com lágrimas no rosto. Para quem me conhece pelo menos um pouco bem sabe que cerca de dois meses atrás passei por uma experiência não tão legal, por assim dizer, e quem me conhece um pouco melhor sabe que até hoje não me recuperei desse ocorrido.
E isso me dá tanta... raiva. Nós últimos meses cada respiração tem sido mais dolorida, cada sorriso um pouco mais forçado, nesses últimos tempos quantas foram as vezes que segurei o choro, por vergonha ou por pensar que isso ajudasse a melhorar, “você tem que parar de chorar, Maria!”, pensava, mas agora não sei bem se segurar o choro me ajudou. Até hoje sinto vontade de chorar, até hoje tento esconder esse sentimento. E isso tem se tornado tão trabalhoso... cansativo.
À duas noites atrás eu cheguei a meu limite, não suportei mais, não consegui mais segurar minhas lágrimas dentro de meus olhos, meus gemidos de dor psicológica, meu tormento. Escondida, como sempre, debaixo do cobertor permiti-me chorar.
E no outro dia tive uma surpresa, continuava viva, sem vontade. Porque motivo se dá a vida a pessoas que não querem?
Chega de desabafos, sei que as pessoas odeiam isso e tenho medo que certas pessoas vejam isso... tenho medo de expor minha.. fraqueza. Sim, porque mais que certas pessoas me digam que sou fraca eu ainda tenho fraquezas, meu corpo dói como se houvesse levado uma facada assina ainda quando ouço ou falo seu nome, meu peito se desespera à procura de ar, meus olhos se congelam em pavor.
“Tudo bem, até pode ser
que os dragões sejam moinhos de vento.”
Sim.... talvez nossos medos sejam apenas... moinhos de vento, talvez eles não sejam assim perigosos. Talvez a dor não seja assim tão ruim.
Então, de braços abertos, espero.

5 comentários:

Anônimo disse...

É impressão minha ou todos nós estavamos passando por uma fase negra?

Determinados tipos de situações nos deixam em cima da tênue linha que divide o amor do ódio. Sua mágoa é tanto, que torna-se frustração, raiva. Em momentos, a dor vira desespero e a saudade atormenta.

É dificil viver, principalmente pq determinados sentimentos não podemos escolher, controlar.

Mas continue \o indo em frente, vc supera.

beijocas

Bulma

Ray disse...

Maria,
com esse blog me surpriendi..
nunca pensei que vc ficava assim!
espero ke vc supere isso.
e eu acho que as lagrimas sao iguais aos ventos, pois tem horas que eles se vao, e tem horas que elas vem com a maoir força que nao da pra segurar mais.
chora faz bem, e melhor ainda pra vc desabafar com voce mesma..
quero que vc guarde sempre isso, quando te der vontade de chorar onde estiver chorei, pois vai se sentir alivianda por isso.

beijos Rayane

Paulo Rafael (Yaten) disse...

"Muito prazer, o meu nome é ótario"

.moony. disse...

hallo...
qr uma dica? chorar é ótimo, em alguns momentos.
e o problema é justamente esse: em alguns momentos, mas não em todos...
de qqr forma, acho q toda dor passa. por pior q seja e por mais q na hora a gente não acredite de jeito nenhum q ela vai passar, chega um momento q... passa xD
teh +
o/*

Thays Lima disse...

Acho que nós estamos sentindo o mesmo, só isso! rsrs
Bom final de semana pra vc!