domingo, 30 de agosto de 2009

Já que tá difícil amar, vamo beber!

Já que você não acha a outra metade da sua laranja, sua alma gêma, seu iaia, seu ioiô. Ou então se você achou e ele não te achou, se cruzaram por caminhos diferentes. Ou se achou e tropeçou e caiu e ficou pra trás. Resumindo, se tá sozinha, triste e carente, tá foda de amar.
Se você tem que aguentar ver quem você ama com outro, vê quem você ama do seu lado e nem te enxergar. Se tá foda e você não sabe o que fazer.
Vamo beber.

Porque a noite ninguém tá afim de ficar sozinho então você pega um copo como companhia e se esquece por uma noite de tudo. Amanhã você se lembra com uma baita dor de cabeça. Mas e daí? O amanhã a nós não pertence. Ou melhor, pertence sim, mas amanhã é um novo dia e amanhã nós se vira e vamo dá um jeito de esquecer e ser feliz.

2 comentários:

Matheus Chatack disse...

Álcool no sangue e os problemas vão embora da cabeça! Quem precisa de amor quando se tem vodka?

Débora Andrade disse...

Eu.