terça-feira, 26 de agosto de 2008

Campanhas Eleitorais, métodos

Antes de mais nada, estou feliz pelos três comentário que tivemos no último post. eu sei que é um número pequeno, mas me satisfaço com o pouco. Que continuem assim, ou até melhor, porque a humanidade não é feita para parar, e sim, a cada dia crescer. Fiquei surpresa hoje em sala quando soube que dois de meus amigos lêem o blog. Obrigada aos "comentadores", saibam que estou muito grata. Talvez seja errado, mas é o leitor que motiva seu escritor.

Campanhas Eleitorais, métodos


Não fujam, por favor!
Eu também não gosto de política, principalmente campanha eleitoral, acho um saco. Odeio a maioria dos métodos de campanhas eleitorais.
Eu acho ineficiente, não todos, a maioria. Por exemplo, aquelas musiquinhas “Vote 13, vitória do povo”, “Vote com confiança, vote em Fulano”. Você vota em uma pessoa só por causa de sua música eleitoral? Bom, espero que os brasileiros não estejam sendo tão idiotas a esse ponto.
Além do mais, olha, dando notoriedade que é somente a minha opinião, essas músicas eleitorais podem somente irritar a população, dando má fama aos candidatos. O povo brasileiro já devia está bastante informado para não cair em marketings, propagandas, ser influenciado por aparências.
Sério, o fato de o candidato ter uma música de campanha interessante, bonita, sonora, animada quer dizer que ele será um bom administrador? Que ele vai fazer um progresso na cidade? Como a campanha de conscientização, são 4 anos, você tem que escolher bem, 4 anos podem ser muito para sua cidade. QUATRO ANOS, quantas pessoas podem morrer por uma doença causada por falta de higiene da cidade? Pense bem.
Ao invés dessas campanhas que só visam a aparência porque não levamos a mão a boca e exigimos métodos melhores? Porque não cobramos de nossos candidatos? Devíamos exigir que eles mostrassem o que querem fazer na nossa cidade, realmente fazerem por merecer nosso voto. Devia haver debates públicos, onde colocassem à exposição o que realmente querem fazer a cidade. Debates em quem a voz do cidadão não ficasse muda! Ele teria todo o direito de levantar sua mão, discutir, perguntar, questionar.
Não seria melhor? Enquanto nossas campanhas ficarem somente na aparência nossa cidade/estado/país ficara só na aparência! Uma aparência porca!

3 comentários:

Rodrigo Hyoukami disse...

Melhor...
Certamente seria...
Mas então no brasil não estaria..
Podemos não ser o pior...
Mas lembre que boa parte de nosso povo é dar dó...
Gente humilde que muitas vezes vive só...
E porque musiquinhas funcionam ?..
Tente ver do lecionam...
Livros do Coliseu em Roma...
Talves vejá o resultado desta soma...
É um prazer lhe ler...
Não precisa agradecer...

Fique bem.

.[P].a.[R].ente disse...

Apoiadíssima companheira!!
Eu não odeio política, acho até que os jovens devem se envolver ou pelo menos estarem esclarecidos sobre como se dá todo esse processo. Fiquei orgulhoso com o seu post.
Inclusive me inspirou a escrever sobre o assunto. Quem sabe da próxima vez que vc olhe meu blog, este assunto esteja sendo abordado lá.
Um cheiro viu?

.[P].a.[R].ente disse...

Eu realmente concordo com vc ao dizer q é o leitor que motiva seu autor.
Nunca postei taaanto. rs
Êta menina danada... rs