quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Por quê ninguém pára para observar o sol ao meio dia?

Pensei isso duas semanas atrás, quando tava na loja do meu pai, quase hora de fechar, a rua estava naquela aflição de sempre de 17h 30min, todos doidos para irem embora. Eu, que estava cansada e com sono fui para a porta da loja que fica em frente a construção de uma praça, ou seja, graças ao prefeito eu posso ver o horizonte de lá, e eu gosto muito porque no fundo eu posso ver a trilha ferroviária e um pouco mais a frente a rodovia, o mais interessante é que quando está perto do pôr-do-sol o céu começa a ficar avermelhado e combina bastante com a paisagem.
Eu sempre observo o pôr-do-sol, me dá uma sensação de alívio, eu que tenho uma fobia pela passagem do dia, sou muito ansiosa, penso que com a passagem do tempo algo bom vai vir e então fico assim... com esse falso pensamento e, na maioria das vezes me desaponto mais tarde. E, sempre que estou acordada observo o nascer do sol, dá um sentimento de vitória, conquista! Alguma coisa naquilo nos trás calma e alegria.
Foi então que pensei, porque não paramos para observar o sol ao decorrer do dia?! Eu nunca parei para observar o sol na metade do dia, sinceramente nunca vi, talvez olhem a paisagem, mas não olham o céu. Talvez seja porque faz mal para as vistas.
Olha, comecei a escrever esse texto a dois dias atrás, e só agora estou encerrando, acho que foi propósito do destino, hoje quando estava começando a reler A menina que roubava livros


Uma pequena teoria
As pessoas só observam as cores do dia no começo e no fim,
Mas, para mim, está muito claro que o dia se funde através de
Uma multidão de matizes e entonações, a cada momento que passa.
Uma só hora pode consistir em milhares de cores diferentes.
Amarelos céreos, azuis borrifados de nuvens. Escuridões enevoadas.
No meu ramo de atividade, faço questão de notá-las.
Markus Zusak – A menina que roubava livros


Olhemos para o céu durante o dia e durante a noite! Cada segundo tem sua própria cor!

-------------------------------------------------------------------------------------

Desculpem-me não postar nesses dias, problemas pessoais que já devia ter me curado, juntei-los com problemas com minhas amigas, ou seja, estou frita, magoada, enraivecida e mais um misto de sentimentos, ou seja de novo, tô muito sensível, pior que mulher de tpm. Como comentei no meio do texto, comecei a escrever isso dia 9, um pequeno texto e só agora terminei. u_u Prometi postar ontem mas não tenho muito tempo na quarta e meu tempo livre foi usado discutindo (o que tirou algumas horas de sono da minha noite). A novidade seria que ia encerrar o blog por hora, mas agora nova novidade será que não irei encerrar mais não, mudei de idéia. Momentos ruins sempre me deixam muito pra baixo. Como hoje estou mais atoa talvez eu poste mais alguma coisa, alguma música, algum poema, não sei. Ah, queria deixar uma frase de minha autoria aqui;

Sei que mais errei do que acertei, peço desculpas por isso, mas o que posso fazer se não posso nem quero ser perfeita? Desculpem-me pelos meus erros, mais saiba dessa verdade, em todos os momentos, foi tentando acertar que cometi todos meus erros.

3 comentários:

Rodrigo Hyoukami disse...

De fato..
Apesar de pessoalmente nao gostar do sol...
Mas concordo com tuas teorias...
Ja tive tempo a apreciar...
Sobre tua frase constatas que es humana...
Não importam coisas mundanas...
Disso sabera quem lhe ama...
Voce ficara bem, mesmo que chore um pouco à tua cama...

Fique bem.

KahhH disse...

nha~
primeiramente nao desista q sim o por do sol um dia te trara uma coisas maravilhosa nao perca as esperanças e sim cada instante tem uma cor unica~
e segundo.. a memina q roubava livros é lindo ;-;

e mah.. cada dia mais seu blog ta perfeito.. perfeito d+ msm.
e saiba q se precisar de qlq coisa to aki do seu lado pra te apoiar =*

.[P].a.[R].ente disse...

Muiito linda vc e suas palavras. q bom q não se vai. Gosteii tbm da teoria d "pq não olhar o sol ao meio-dia?"
Qto ao livro, já me indicaram e agr fico mais instigado a ler!!
Cheiiro...